A visita da Alexia à LX Shop

21/12/2018
por
 "Ainda era cedo por isso perguntaste onde queria ir antes do jantar da empresa, eu sorri com malícia e disse que queria ir à Lx Sex Shop. Ficaste admirado mas em menos de 15 minutos já lá estávamos à porta. As imagens apelativas das montras denunciavam o que por trás se esconderia. Mordi o lábio inferior ao observar a imagem de uma mulher sensual com uma venda de renda vermelha. Entrámos na loja e fomos atendidos por um empregado muito simpático que nos deixou à vontade para ver os artigos expostos.                                             

 A loja tinha como cores predominantes o vermelho e o preto e as prateleiras cheias de caixas e caixinhas, de brinquedos e afins deixaram-me indecisa sobre o que procurar primeiro. Senti-me como uma criança numa loja de doces. Enquanto eu escolhia dois corpetes para experimentar sexys e vermelhos, tu escolhias um vibrador novo para mim. 
Quando acabei de vestir o primeiro corpete chamei-te para espreitares, mas entraste, fechas-te a porta e fizeste sinal para não fazer barulho. 

 Começaste a desapertar as calças e sussurraste-me ao ouvido: "É hoje que me vais mamar numa loja". Beijámo-nos em silêncio ao mesmo tempo que eu ajudava a libertares-te das calças e dos boxers. Assim que vislumbrei o teu pau no seu máximo de excitação, engoli-o de imediato e olhei para ti. Suspiraste profundamente e fechaste os olhos. Com ambas as mãos seguraste-me na cabeça mas deixaste que eu fizesse o trabalho todo. Chupei-o com vontade e luxúria. A saliva ia escorrendo pelos cantos da boca. 

 

 

 Parei antes que te viesses e com rapidez baixei as cuecas e disse-te "Agora que já mamei vais ter de me foder". No pequeno espaço que tínhamos e sem nunca nos esquecermos que não podíamos demorar ou fazer barulho virei-me de costas para ti, encostei-me à parede e senti-o a entrar devagarinho. Com uma mão seguraste-me no cabelo, e puxaste-me para ti. Ao ouvido segredaste-me "Vais levar este corpete não vais? É que dá-me uma tesão." A força que foste dando ao ato deixava-me com aquela vontade de gemer e gritar. Tapaste-me a boca e gemi para dentro.  

 

 O meu orgasmo chegou em pouco tempo mas nem me deixaste descansar." Ajoelha-te puta". De joelhos à tua frente, esfregaste-o com perícia e vi o teu líquido jorrar descontroladamente sobre a minha face. Se fosse noutro local teria gritado "vem-te caralhoooo" mas mantive-me em silêncio. Quando saímos, vermelhos e suados notámos que o empregado sabia o que ali se tinha passado. Olhou-nos por cima dos aros dos óculos e notei um sorriso contido.  Acredito que não seríamos os primeiros a fazê-lo ali. E possivelmente não seremos os últimos. Mas também tudo à nossa volta contribuía para uma excitação e uma vontade de foder incontrolável e inadiável. Comprámos o corpete, um vibrador dourado e um kit de dominação! Tenho a certeza que vamos passar a ser clientes habituais! 

Chegámos ao jantar de natal um pouco atrasados mas valeu bem a pena!" 
 
(Autoria de Vera, a criadora da Alexia) 
 
 
 
A Alexia é uma personagem fictícia que delícia os portugueses com  sua ousadia e sexualidade nua e crua. Livre de tabus e censuras, emana sensualidade a cada passo que faz soar com os seus saltos altos agulha. Não a perca de vista e siga as suas aventuras no instagram @historiasdaalexia
 
Na sua "visita" à nossa loja estas foram as escolhas da Alexia. Seja igualmente ousado/a e atreva-se a visitar-nos!
 

Corpete Red & Black 

 

Vibrador Dorcel Golden Boy

 
 

Kit de Secret Pleasures 
 

 

Comentários

Seja o primeiro a avaliar

Adicionar comentário