BDSM para Aprendizes

04/04/2018
por LX Sex Shop
Blog post sobre BDSM

Há quem adore viver experiências intensas, cheias de emoções, sentir os extremos das situações que provocam uma boa dose de adrenalina, libertar-se do stress e tensão do dia-a-dia encarnando outros personagens que o façam viajar para outras realidades e até quem apenas deseja apimentar a relação a dois.

Todas estes desejos e acções estão incluídos no BDSM, um conjunto de siglas que define uma série de práticas e jogos eróticos.
O BDSM engloba jogos mentais e psicológicos, de cariz sexual ou não, que envolvem os seus participantes em situações extremas onde podem exercer poder, ser dominados, explorar sensações, sempre com o consentimento dos parceiros e garantindo a segurança dos mesmos.

Se pensarmos bem, e quando vir o que temos para lhe mostrar, todos temos um bocadinho do BDSM em nós...

Compreendendo melhor o significado das siglas, o BDSM resume-se em:

bd - bondage e disciplina

O Bondage é uma arte com técnicas ancestrais e pressupõe que um dos participantes seja imobilizado e amarrado com cordas, correntes ou outros acessórios, de forma a perder o controlo sobre a sua liberdade de movimentos. É uma prática comum e objecto de fetiche para muitos, inspirados pelas ilustrações e histórias antigas de donzelas amarradas em perigo, prestes a ser salvas por um herói. Na cultura japonesa conhecemos também o Shibari, outra técnica de amarração sexual que produz efeitos visuais harmoniosos e fascinantes, requerendo muita prática e estudo.
Aliada ao Bondage vem a Disciplina, essencial para aprofundar e solidificar a relação entre o Dominador e o Submisso, ou entre quem é amarrado e quem amarra.
                                                                    corda shibari     fita para bondage        corda bondage    

ds - dominação e sumissão

É comum na prática do BDSM existir um Dominador (ou Top) e um Submisso (ou Bottom).
Indo além da relação sexual pura, estes papéis definem a submissão de um dos parceiros perante o outro em situações diversas.
O Dominador sente muito prazer em controlar o Submisso quer a nível físico, quer a nível mental, tendo o dever de conhecer as suas limitações, compreendê-la e protegê-la.

O Submisso, por sua vez, sente prazer em aceder a todas as vontades, regras e ordens impostas pelo Dominador. No entanto, é o Submisso quem define os seus limites, dando consentimento ao Dominador para exercer domínio sobre si.

Em muitas situações, o jogo entre o Dominador e o Submisso continua fora da sessão de BDSM.
                                                     algemas bdsm mascara bdsm    mordaça

sm - sadismo e masoquismo

Quando ouvimos falar em sadomasoquismo, estamos a referir-nos a uma relação entre um sádico e um masoquista.

O Sádico obém prazer, sexual ou não, ao inflingir dor - física ou psicológica - sobre o outro.
O Masoquista, pelo contrário, sente prazer ao receber dor.
No SM (sadismo e masoquismo), a dor é o veículo para atingir o prazer, é a recompensa.
                                                     wartenberg roda metálica    cinto de castidade   chicote couro 

regras do jogo

O universo BDSM é muito vasto mas existem algumas regras e conselhos básicos que deve ter em conta antes de se começar a aventurar. Reunimos as essenciais mas aconselhamos que continue a informar-se sobre o assunto se pretende mergulhar neste mundo.

  • Iniciar-se aos poucos. 

    Comece por escolher uma lingerie mais impactante, a usar um pequeno chicote para provocar sensações no parceiro, por colocar uma máscara que não lhe permita ver o que vai acontecer. Pesquise, leia sobre o assunto, converse com outras pessoas que praticam BDSM regularmente (existem alguns fóruns dedicados ao tema) e perceba que limites pode ultrapassar e quais as zonas "perigosas".
    Leia um livro ou veja cenas de filmes para se inspirar.  Alguns filmes com cenas interessantes inspiradas no BDSM: "A Secretária", "Instinto Fatal", "Nove Semanas e Meia"

    Existem centenas de formas diferentes para provocar sensações inesquecíveis... ou ser provocado.

 
 
  • São, Seguro e Consensual. 

    Sempre que praticar BDSM é fundamental ter em conta estes três conceitos. As sessões e as actividades entre parceiros devem sempre respeitar a integridade e segurança de cada um, uma vez que há muitos jogos que podem colocar o outro em risco facilmente. Deve também existir consentimento entre as partes quanto à regras definidas, aos limites impostos por cada um e às permissões possíveis em cada jogo.
    Um verdadeiro praticante de BDSM tem sempre em conta estes factores, chegando até a existir em encontros organizados da prática, pessoas designadas para monitorizar os jogos e garantir que todos os participantes estão em segurança durante as sessões.
  • Contrato 

    Redigir um acordo/contrato é uma forma eficaz e segura de definir o papel de cada um (Dominador e Submisso) no jogo BDSM. Nele poderá enumerar tudo o que o Submisso se compromete a cumprir e as obrigações e direitos do Dominador. O Contrato também é uma boa opção para definir as "regras do jogo" caso existam proibições e limitações impostas entre os parceiros.
  • Palavra de Segurança

    Estabelecer uma palavra de segurança é uma regra fundamental para quem joga BDSM. Esta palavra pode ser acordada entre os parceiros ou redigida num contrato. Servirá para parar os jogos caso o Submisso se encontre numa situação demasiado desconfortável ou de dor insuportável, por isso deve também ser escolhida criteriosamente. 

como jogar?

Basta ter curiosidade e criatividade para perceber facilmente que tudo é possível e existem inúmeros jogos dentro do universo BDSM.

Desde jogos em casal ou em comunidade de praticantes, encontrará os seus favoritos, basta começar.
Às vezes já sentimos que este estilo nos chama antes mesmo de experimentarmos. Nunca deu por si a pedir umas palmadas ou a sentir-se mais entusiasmado quando a parceira veste peças de couro? Pois é...

Reunimos algumas sugestões e ideias para iniciantes e curiosos que o vão deixar em êxtase.

Uma boa forma de começar é pela LINGERIE. Simples! Um conjunto em vinil vai determinar o ambiente ou um detalhe ao estilo Dominadora, como umas luvas mais compridas. Para além das luvas pode também adicionar alguns acessórios atrevidos à sua indumentária provocante. Comece por uma palmatória, uma venda para impedir o Submisso de ver as brincadeiras que preparou ou uma coleira com trela, de preferência em couro e ajustável.

Transformar o AMBIENTE com lençóis em vinil ajudará a evidenciar o poder das suas novas lingeries ou dará o toque misterioso aos acessórios que escolher para castigar o parceiro. Para além disso, ainda poderão terminar com uma massagem corpo a corpo sem correr o risco de estragar os seus lençóis em tecido. Mas só se o Submisso se portar bem!

Há quem tenha uma imaginação muito fértil e se aventure no ROLE PLAY ou, como quem diz, fantasiar-se e encarnar outros personagens. Para além das fantasias, pode simplesmente usar uma peruca ou até uma máscara de carrasco, se quiser viajar para outras épocas.

Existem muitos CASTIGOS que pode aplicar ao Submisso ou ao parceiro Masoquista, no entanto convém informar-se sempre primeiro e conversar entre casal para obter consentimentos de ambas as partes.
Os castigos são ainda mais eficazes com a ajuda de pinças para mamilos, um cinto de castidade que impeça a erecção de quem o usa, uma mordaça, rodas metálicas com espigões, uma sonda peniana, entre outras opções que não o vão deixar sem controlo da situação. 


É BOM QUE IMPLORE...

 

Dica LX Sex Shop

Nos jogos de temperatura use uma vela cujo ponto de fusão não provoque queimaduras na pele, como a vela de dominação Bad Kitty.

 

Comentários

Seja o primeiro a avaliar

Adicionar comentário